Notas históricas

O Padre Luís e as primeiras Irmãs da Providência viveram um período histórico muito conturbado; na verdade, durante o 1800 o Friuli foi atormentado por mudanças sociais e políticas e por notáveis mudanças culturais.

Nos primeiros setenta anos deste século, o Friuli foi atingido por sete guerras que semearam fome e epidemias como o tifo, peste, cólera, varíola e a tuberculose (TBC); doenças que causaram em toda parte, miséria e morte.

Padre Luís faz parte desta terra, desta gente, desta história e colhe os sinais de uma sociedade torturada, escolhendo gastar-se inteiramente pela caridade.

Empreende várias iniciativas, dedica-se, em particular, à promoção da mulher; acolhe e dá abrigo a um grande número de crianças necessitadas, pobres e/ou órfãs; oferece-lhes uma casa e cuida com particular atenção da sua educação e instrução; prepara muitas jovens sobre o plano humano e profissional, para que possam levar uma vida com dignidade.

Com generosidade atende as emergências da cidade: feridos das guerras, doentes abandonados e necessitados. Tais emergências determinaram em seguida, outras áreas de serviço das irmãs. Além disso, procura apoiar outras obras que nascem com o objetivo de ajuda física e moral à população.

Tudo isto, valendo-se da colaboração de algumas jovens mulheres que instrui e prepara como professoras e enfermeiras. Serão estas as futuras Irmãs da Providência, que permitem à obra de caridade por ele iniciada expandir-se e continuar no tempo. Hoje, as filhas de São Luís trabalham em diversas partes do mundo, dedicando-se aos pobres com amor e generosidade, nas pegadas do Fundador.


Classifique este item
(0 votos)
Mais nesta categoria: « Laici Cenni storici »

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

voltar ao topo