Obrigada, M. SpesAlma! Obrigada M. Piafides!

Senhor, não te perguntamos por que as levaste,
mas agradecemos porque no-las deste”.

Nós éramos acostumadas a vê-las ao nosso lado, sempre serenas e disponíveis, prontas para a escuta e a oração.
Eram duas madres que conheciam o coração de cada uma de nós porque, em diferentes fases de nossa vida, tinham nos acompanhado e nos apoiado em nosso caminho espiritual.
Guiaram a Família religiosa no delicado e difícil de serviço de superiora geral, que viveram intensamente, doando-se com competência e sabedoria no espírito evangélico da caridade.
Cada uma de nós conserva, sem dúvida, uma lembrança particular, uma palavra dita no tempo certo, um gesto de ternura ou talvez mesmo um forte apelo, tudo isso deram ao nosso viver um impulso e uma força nova.
Embora anciãs e "em repouso", continuaram a incentivar-nos com o seu testemunho de serenidade, as suas palavras sábias e cheias de fé e com aquela promessa segura: “Rezo, sabe”.
Partiram quase juntas, uma depois da outra, na ponta dos pés e nós nos encontramos mais só e com uma grande herança a ser valorizada: viver só por Deus e em Deus, grande amor e comunhão com a Família religiosa, ardente paixão para os irmãos, doação sem reservas e com alegria, amor e fidelidade à Igreja e ao mundo de hoje, não ter medo de olhar amplo, correndo com fidelidade o risco de “pensar grande” quando se tratava do Reino de Deus.

Por isso, nos vêm espontâneo, com Santo Agostinho, rezar assim:

grazie



Para ler a "memoria" de Madre Spes Alma:
http://www.suoredellaprovvidenza.it/it/sorelle-nella-casa-del-padre/2017/198-memoria-di-madre-spes-alma



Para ler a "memoria" de Madre Piafides:

http://www.suoredellaprovvidenza.it/it/sorelle-nella-casa-del-padre/2017/194-memoria-di-madre-m-piafides


Modificado em sábado, 11 março 2017 19:21
Classifique este item
(3 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se que coloca as informações (*) requerido onde indicado. Código HTML não é permitido.

voltar ao topo